terça-feira, 21 de junho de 2011


Eu deixei o certo de fora e deixei as coisas erradas invadirem. Havia um anjo de misericórdia, para ver através de todos os meus pecados. Houve tempos em minha vida em que eu estava ficando louca, tentando atravessar a dor. Quando eu perdi o meu controle e atingi o chão, sim, eu pensei que eu pudesse partir, mas não pude sair pela porta. Eu estava tão doente e cansada de viver uma mentira. Que eu desejava morrer. É incrível, num piscar de olhos você finalmente vê a luz, é incrível quando chega o momento você sabe que vai dar certo. Sim, é incrível e estou fazendo uma oração pelos corações desesperados esta noite. Aquele último tiro foi férias permanentes. E quão alto você pode voar com asas quebradas? A vida é uma jornada, não um destino e eu não posso dizer nem o que o amanhã trará. Você tem que aprender a engatinhar antes de aprender a caminhar. Mas há pouco eu não pude escutar aquela conversa correta. Eu estava nas ruas, só tentando sobreviver. Superar pra ficar com vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário