sexta-feira, 25 de novembro de 2011


   “Ei, topa vim aqui cuidar de mim? Numa noite qualquer, em uma tardezinha quem sabe, deita-se aqui comigo e vamos jogar conversa fora. Vamos passear por aí, na praia, ou em um parque, que seja. Mas diga que virá aqui cuidar de mim. Vamos brincar de corrida até a água, sair correndo em direção ao mar, e eu chegaria primeiro que você… Sorriria ao ver você chegando depois de mim, e te jogaria água, e sairia correndo e rindo pra você me pegar. Diz que vem cuidar de mim, e andar de mãos dadas comigo… Cuida de mim, me aquece se estiver frio. Envolva os seus braços nos meus, e vamos pra casa. Diz que vem; Me chama de bebê e me mima um pouquinho. Vamos nos cuidar, você cuida de mim e eu cuido de você. Então, quer vir cuidar de mim?”

Nenhum comentário:

Postar um comentário