segunda-feira, 12 de dezembro de 2011


“Estou me fechando a cada dia mais. Fechando-me pro mundo, isolando-me de tanta coisa. Eu me tornei assim, a frieza tomou conta de mim tão derrepente, tomou conta de mim sem eu perceber. Estou me escondendo do mundo cruel lá fora, estou me fechando pra pessoas. E isso pode até ser estranho, mas não estou conseguindo mais me aproximar a ninguém. Talvez essa minha frieza toda, tenha me tornado assim. Com medo de me apegar em alguém, e depois ver essa pessoa indo embora. Estou com medo de me iludir com palavras, mais uma vez. Por isso estou assim, me fechando pra muita coisa. Escondendo-me de sentimentos. Eu estou tão frágil, mas ao mesmo tempo, a frieza toma conta de mim.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário