terça-feira, 7 de fevereiro de 2012


Noite chuvosa e fria, eu no meu quarto deitado em minha cama debaixo do meu cobertor, fecho os olhos e ao fecha-los era como se eu pudesse te sentir do meu lado, como se eu pudesse ver o teu rosto mesmo que de olhos fechados, não sabia distinguir se aquilo era real ou apenas um sonho. Pude sentir seu abraço, suas caricias, sentir tua pele, sentir teu corpo quente junto ao meu. Sentir teu cheiro, sentir teus lábios macios, pude ouvir sua respiração, ouvir você sussurrando em meu ouvido e me chamando de amor, mas ai eu abri meus olhos, e ao abri-los olhei pro lado e você não estava lá, então me dei conta de que eu tinha caído no sono e que tudo aquilo não passava de um sonho bom. Mas parecia tão real, eu realmente pude senti-la. E tudo o que eu mais queria naquele momento ao acordar daquele sonho, era poder dormir e voltar ao mesmo sonho mais uma vez, somente para poder te sentir, e então fechei meus olhos novamente. E assim vou eu; vivendo sem a certeza do meu sorriso, pois não tenho você do meu lado, por isso faço do travesseiro meu refugio. Será que você não percebe que é o seu sorriso que reflete a luz no fim do túnel? Que é do teu lado que eu me sinto seguro? Eu queria mesmo é acordar com sua respiração quente perto do meu rosto, ouvir tua voz me chamando pra ver o dia lindo que amanheceu lá fora. Vem ser a razão da minha alegria, vem ser a razão dos meus sonhos menos distantes. Vem realizar tudo isso comigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário