sábado, 4 de fevereiro de 2012


Versão dela: Conversamos sobre nós dois, eu neguei o que eu sentia por ele, falei que não gostava dele. Fiz errado, eu sei. Ele acho que eu só queria brincar com ele, não me deixou concertar as coisas, mas eu também não vou me entregar totalmente a ele. Faz três dias, que eu tento falar com ele e não consigo. Ligo ele não atende, mando mensagem ele não responde. Acho que ele não quer nada comigo mesmo, porque se quisesse pelo menos atendia o meu telefonema, não acha? Acho ele um tremendo imbecil, que fica ai se fazendo de difícil, me magoando. Tá, não vou negar que eu amo ele, mas ele poderia atender o telefone ou responder as minhas mensagens, né? Não irei mais me esforçar, se ele quiser que corra atrás, se ele me ligar eu também vou ser difícil e não vou atender, vamos ver qual lado é mais forte.

Versão dele: Poxa, eu amo ela. Mas ela não ta nem aí pra mim, eu dou indiretas, me abro com ela, e ela nem presta atenção. Acho que ela não gosta mesmo de mim. Outro dia, eu perguntei se ela gostava de mim e ela negou, acredita? Eu acho que bem no fundo ela gosta de mim, bem pouco, mas tenho dúvidas. Eu falei pra ela que gostava dela, mas isso é mentira, porque eu amo ela. Eu não poderia me entregar totalmente a ela, não acha? Ela só quer brincar comigo, só quer me usar, não gosto de garotas assim. Faz três dias que recebo ligações de ”desconhecido”, eu sei que é ela, mas eu não atendo, de jeito nenhum. Ela também me manda mensagens e eu não respondo. Ela deve só estar me iludindo. Mas o problema, é que eu to quase acreditando nela, ainda tenho minhas esperanças que ela gosta mesmo de mim. Outro dia que sabe, eu retorno suas ligações, mas por enquanto, não irei dar o braço à torcer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário